Mais responsabilidade, menos crença em sinais

Imprimir

Fazer a vontade de Deus: esta é a meta de todo cristão fiel. Porém, decisões pessoais cada um as deve tomar por si mesmo. A última vez que o Apóstolo Maior Jean-Luc Schneider deixou isto bem claro foi em Tiflis/Georgia: “Deus espera de nós que sejamos filhos de Deus adultos”.

 

“A uma criança pequena precisamos dizer o que tem que fazer”, comparou o Apóstolo Maior num Serviço Divino realizado em 30 de agosto de 2015. A mãe diz ao filho: “Faz frio lá fora, você tem que colocar um casaco”.  E quando começa a fazer calor, a mãe diz: “Agora você está com roupas muito quentes, tire isto.”

“Mas, por favor, quando sou adulto já não necessito que ninguém me diga: faz frio, coloque um casaco. Agora tenho idade suficiente para me dar conta: Oh, faz frio, tenho que me agasalhar”, destacou o Apóstolo Maior: “Deus espera de nós, que sejamos filhos de Deus adultos”.  Deus espera de nós que nós mesmos tomemos nossas decisões.

Sinais como orientação?

“Há pessoas que querem realizar a vontade de Deus, mas para fazê-la dizem: Ah, mas dá-me um sinal para que eu saiba o que tenho que fazer”, recordou o Apóstolo Maior de um irmão de fé do tempo da juventude: ele estava apaixonado por uma jovem irmãzinha e queria saber, se ela era “a certa”. Por isso pediu em oração por um sinal e abriu a Bíblia. E o fez muitas vezes, até que por fim encontrou uma palavra da qual tirou sua conclusão: Oh, sim, esta é a correta!”

“Isto não é atitude de adultos”, esclareceu o Apóstolo Maior Schneider durante o Serviço Divino: “Não trabalhemos tanto com sinais e com palavras bíblicas para tomar nossas decisões”. Tampouco está no sentir de Deus pedir aos servos: “Agora decida, diga-me o que tenho que fazer”.

Não renunciar à responsabilidade pessoal

No resumo do Serviço Divino que o Apóstolo Maior Schneider envia regularmente através de circular a todos os Apóstolos, escreve: “Se obramos assim, estamos negando assumir a responsabilidade de nossas decisões, carregando-as a Deus”.  Um adulto está em condições de pensar e decidir por sua conta. “O Senhor tem o direito de esperar de nós certa maturidade espiritual”.

O Apóstolo Maior já tinha pedido o distanciamento saudável da crença em sinais por ocasião da assembléia de Apóstolos em Pentecostes 2015, em Lusaka/Zâmbia. “Hoje não necessitamos de milagres para crer que Jesus Cristo é o filho de Deus”. Pedir por milagres implica no perigo de tentar a Deus. Por trás disso muitas vezes está a expectativa de que Deus obra assim como deseja o homem.

“Podemos orar e pedir por ajuda, mas não podemos impor que faça algo determinado”, disse o Apóstolo Maior Schneider durante a assembléia de Pentecostes. “Pedimos em nome de Jesus, com toda modéstia e confiança em Deus”.

O amor de Deus como linha diretriz

E ainda assim há uma linha diretriz para tomar a decisão correta: “A maturidade espiritual consiste em apropriar-se da palavra de Deus e integrá-la às nossas decisões”, expressou o Apóstolo Maior na circular de Tiflis dirigida aos Apóstolos.

“Devemos tomar a decisão correta. Mas devemos fazê-lo pensando no amor de Deus e na paciência de Jesus Cristo, então tomaremos a decisão correta”, deixou claro o Apóstolo Maior Schneider durante o Serviço Divino na Georgia. “Então decidiremos: quero amar a Deus porque Ele me ama. Então decidiremos: quero servir a Deus porque o amo. Em muitas decisões da vida isto é uma boa decisão”.

Nos próximos dias seguirá um informativo detalhado do Serviço Divino do Apóstolo Maior em Tiflis.

Nac.today

Foto:  Fotogestoeber – Fotolia

Informação do Artigo

Autor:             Andreas Rother

Data: 07.09.2015

Palavras-chave: Apóstolo Maior, serviço divino, declarações doutrinais

 

 

Eu amo Jesus 

... é por isso que visito doentes, ajudo o meu próximo e faço as minhas orações.


Com nac.today da Igreja Nova Apostólica, começou um novo meio de difusão. Com os relatórios do mundo todo, o novo magazine de notícias da Igreja Nova Apostólica Internacional (INAI) irá fornecer diariamente informações que sejam de interesse para os cristãos novo-apostólicos e leitores interessados. O conteúdo do novo magazine de notícias incluirá questões internacionais relevantes. Fazem parte delas, entre outras, questões sociais, relatórios detalhados sobre os anúncios da Igreja, bosquejos biográficos e artigos sobre história.

nac.today

nacworld

Nacworld é a rede social da Igreja  Nova Apostólica. Esta rede lhe oferece a oportunidade de fazer contatos em todo o mundo e cultivar amizades. Aqui você vai encontrar pessoas interessantes, vários temas sérios ou bem-humorados, imagens (fotos), vídeos e diferentes opiniões...O uso de nacworld é isento de custosPara se registrar nacworld você precisa apenas de um minuto, e assim passará a fazer parte dos ... 31187 membros que estão atualmente registrados no nacworld. Quantos deles você conhece? 

Nacworld está aberto à opinião.

  • Apóia entretenimento assistido
  • E-mail, chat, fórum, mídia, contatos
  • 24 horas/dia , 365 dias ao ano

Entre agora mesmo e faça parte.

https://nacworld.net/public

Copyright © 2018 Igreja Nova Apostólica. Template designed by olwebdesign.