Todos recebemos dons divinos - o que fazemos com eles?

Imprimir

Na infância meus pais diziam que eu precisava desenvolver os “dons” recebidos de Deus. O que eu entendia na época a respeito de “dons”? Provavelmente nada.

Só mais tarde, já na adolescência, alguns dons começaram a se manifestar com mais intensidade e com isto o desejo de aperfeiçoá-los. A música, tocar um instrumento, o canto no coral!

Meus pais fizeram sua parte no desenvolvimento dos meus dons. Primeiramente, levavam-me aos ensaios do coro após o serviço divino. Voltando para casa, durante o preparo do almoço de domingo, quando estávamos todos reunidos, cantavam-se em casa os hinos ensaiados, e outros, que sabíamos de cor. Éramos um pequeno coro! Um tenor, um contralto, um soprano... A harmonia das vozes, a paz gerada pelo hino e sua letra, pequenos detalhes que começaram a desenvolver habilidades.

Começava a brotar em mim o desejo de fazer parte do coral da juventude, da congregação, mas para isso ainda faltava a Confirmação. Depois dessa data especial, nunca mais deixei de cantar e esse dom dado pelo amado Deus persiste até hoje.

Mas não foi o único dom que foi acordado em mim. Crescia na infância o desejo de tocar um instrumento. Mas qual? Meu pai comprou-me um acordeão, mas confesso que não era esse o instrumento dos meus sonhos!

Deus conduz os Seus filhos por caminhos que muitas vezes não compreendemos. Em determinado momento da nossa vida, mudamos para bem perto da nossa congregação. Uma quadra. Nosso pastor na época também era o regente do coro e iniciou um trabalho de musicalização com algumas crianças da comunidade. Ensinou-nos o “bê a ba” das notas musicais, o valor de cada nota, ritmo, afinação, harmonia... Tomou do seu tempo para me ensinar a tocar no harmônio da congregação. Uma grande alegria começou a tomar conta do meu coração quando consegui tocar o primeiro hino... Durante algum tempo pude ensaiar na igreja e me aperfeiçoar um pouco mais, mas um imprevisto aconteceu. Tivemos que nos mudar para bem mais longe, o que me impedia de ensaiar os hinos. Como todos sabem, “a prática faz o mestre”. Sem poder praticar, não consegui evoluir muito.

As dificuldades em casa continuavam. Dinheiro não sobrava. Minha mãe, vendo o grande desejo que tinha em tocar, começou a se informar com muitas pessoas e ver se conseguia comprar um harmônio para mim... Durante certo tempo trabalhou como enfermeira. Trabalhava em um hospital e às vezes cuidava de doentes em casa. Numa dessas ocasiões, conheceu duas irmãs metodistas que tinham um harmônio para vender. Era pequeno. Aproximadamente três oitavas para tocar.

Um dia levou-me para ver o harmônio e tocar no mesmo. Fiquei apaixonada pelo instrumento, tinha um som agradável, era de bom tamanho; consegui tocar nele os hinos que já havia aprendido. Mas, o que fazer se não havia o dinheiro para comprar o instrumento??? Claro, a mais poderosa de nossas armas: a Oração. Colocamos nosso desejo diante do amado Deus e Ele conduziu tudo de forma maravilhosa. Minha mãe já havia economizado em torno de, digamos assim... R$ 500,00, para comprá-lo. Estávamos apreensivas, pois achávamos que teríamos que desembolsar muito mais... Quando chegamos à casa das duas irmãs e perguntamos o preço, uma delas respondeu: “R$ 250,00 – é muito pra vocês???” O que dizer diante desse “milagre” do amado Deus? Logo alugamos uma camionete, que levou o instrumento para nossa casa.

Esse presente de Deus foi muito usado e amado, e ajudou-me a aperfeiçoar meus dons na música. Anos mais tarde, quando pude comprar um órgão eletrônico, meu “pequeno harmônio” foi doado para uma congregação que não possuía um instrumento musical. Grande foi minha alegria quando pude revê-lo e tocar no mesmo anos mais tarde.

Nosso pastor insistia em procurar novos talentos para reger o coro. Mais um desafio. O que eu sabia de música? Reger um coro? Como assim? Mais uma vez Deus deu um “empurrãozinho” e lá me aventurei a reger o coro às quartas-feiras... E mais um dom foi acordado em mim. Não sou perfeita, não passei por uma escola de música, mas mesmo assim pude desenvolver-me nessa área e confesso que amei. Não precisa ser perfeito perante o amado Deus. Ele conhece nossos limites. O importante é o amor, a dedicação, tentar fazer o melhor para Ele. Posso afirmar que é um trabalho gratificante e emocionante.

Precisamos estar atentos, ser bons observadores, visualizar os muitos dons que Deus nos dá e com sabedoria pô-los em prática. É simples dizer: “Eu não sei cantar, não tenho voz!” Dons precisam ser desenvolvidos. Antes de ingressar na escola, não sabíamos ler e escrever... Os professores fizeram sua parte, desenvolveram as várias habilidades que temos, como as motoras, sensoriais, auditivas e tem mérito eterno nesse trabalho. Graças à sua paciência, dedicação, incentivo, amor, aprendemos a ler e escrever.

Tenho certeza de que Deus espera de nós que enxerguemos os numerosos dons que nos deu. Que não respondamos simplesmente: “Eu não sei cantar!” ou “Eu não sei tocar!” ou “Eu não sei limpar!” ou “Eu não sei fazer nada!” São desculpas que temos que vencer. Ele nos ajuda e ajudará sempre. E se tivermos dificuldades, juntemos as mãos em oração. É a nossa arma para vencer quaisquer desafios.

kbz

 

Eu amo Jesus 

... porque Ele me faz sentir autoconfiante, forte e segura.

 


Com nac.today da Igreja Nova Apostólica, começou um novo meio de difusão. Com os relatórios do mundo todo, o novo magazine de notícias da Igreja Nova Apostólica Internacional (INAI) irá fornecer diariamente informações que sejam de interesse para os cristãos novo-apostólicos e leitores interessados. O conteúdo do novo magazine de notícias incluirá questões internacionais relevantes. Fazem parte delas, entre outras, questões sociais, relatórios detalhados sobre os anúncios da Igreja, bosquejos biográficos e artigos sobre história.

nac.today

nacworld

Nacworld é a rede social da Igreja  Nova Apostólica. Esta rede lhe oferece a oportunidade de fazer contatos em todo o mundo e cultivar amizades. Aqui você vai encontrar pessoas interessantes, vários temas sérios ou bem-humorados, imagens (fotos), vídeos e diferentes opiniões...O uso de nacworld é isento de custosPara se registrar nacworld você precisa apenas de um minuto, e assim passará a fazer parte dos ... 31187 membros que estão atualmente registrados no nacworld. Quantos deles você conhece? 

Nacworld está aberto à opinião.

  • Apóia entretenimento assistido
  • E-mail, chat, fórum, mídia, contatos
  • 24 horas/dia , 365 dias ao ano

Entre agora mesmo e faça parte.

https://nacworld.net/public

Copyright © 2018 Igreja Nova Apostólica. Template designed by olwebdesign.