A Eternidade está em pleno alvoroço!

Imprimir

Conhecer novas culturas é algo que me fascina. Cada povo tem suas facetas, rituais, religiões, costumes e alimentação muito diferentes. Observamos que há semelhanças e diferenças entre a nossa cultura e a do outro. Nos dois últimos anos tive experiências com a cultura asiática e africana.

Isto me enriqueceu como pessoa, pois aprendemos a respeitar o outro como ele é, mesmo que não concordemos, aceitamos sua maneira diferente de pensar. Em resumo, é importante colocar-se no lugar “do outro” para aceitá-lo e ser aceito.

Duas vezes por semana dou aulas para uma menina marroquina. Ela está a alguns meses no Brasil e aprendendo nosso idioma. Durante esse tempo cresceu uma simpática amizade entre nós. Ela é bem jovem, poderia ser minha filha... Muito alegre, prestativa, amável, exótica e ainda uma aluna atenta e questionadora; não é difícil de ensinar nosso idioma para ela.

Hoje, ao chegar à empresa onde ela trabalha, recebo a notícia que seu pai faleceu e que ela viajou de volta ao seu país, Marrocos, para o enterro. A notícia chocou-me! Sei que isto pode acontecer a qualquer um, mas despertou em mim uma série de pensamentos...

Estamos à porta do Serviço Divino dos Falecidos. No próximo domingo! O primeiro pensamento foi: “Domingo ele pode receber ajuda! Vou orar por ele!” Mas não foi só isso! Há algumas semanas havíamos conversado sobre as coisas em comum entre cristãos e muçulmanos. Ela é muçulmana e segue à risca sua doutrina. Falamos sobre o Ramadan, que acabou de começar e sobre a morte. Ela tinha viajado à África entre os meses de abril e maio para visitar, pela empresa, vários países para eventuais exportações. Através das mídias sociais postou fotos dos lugares em que esteve: de animais, paisagens e de pessoas. Na maioria das fotos tinha em seus braços crianças bem pobres do lugar. Seu carinho e atenção chamaram-me a atenção. Mas uma foto em especial tocou-me profundamente!!! Além de visitar seu próprio país, o Marrocos, esteve em vários outros, como por exemplo, Ruanda.

Ruanda é um país que há alguns anos sofreu um massacre, onde milhares de pessoas foram assassinadas cruelmente durante 100 dias. Chegando lá, teve a oportunidade de visitar um Memorial que foi construído para homenagear os milhares de mortos dessa tragédia. Ela se ajoelhou e orou para eles. Essa imagem diante do Memorial em Ruanda me fez lembrar das palavras do Apóstolo Maior Leber numa ocasião, onde mencionou que toda vez que esteve na África, se emocionava muito com o tema da escravidão. Milhões de escravos arrancados de sua pátria, as atrocidades e as mortes em cárcere, ou nos navios e nos países para onde foram levados. Um momento de profundo sentimento de dor e compaixão pelo povo do continente africano...

Meus pensamentos, observações, intuições continuaram a fluir sem parar... Lembrei-me de um Serviço Divino do Apóstolo Maior Jean-Luc Schneider, onde veemente disse: “Deus ama a TODOS!” Não importa quem sejamos: cristãos, muçulmanos, ateus, judeus, budistas, ... Referindo-me a religiões... Creio ser difícil para alguns aceitar e entender a realidade: “a TODOS”. Isso significa que inclui almas boas e más!

E algo mais sensibilizou minha alma... As almas do além diante do Serviço Divino dedicado exclusivamente a eles se manifestam com toda força. Parece que na Eternidade há um alvoroço, um movimento intenso de ir e vir das almas que, de todas as formas possíveis, se fazem presentes nesse período através de sinais, de meios inimagináveis, lembranças, objetos, conversas, fotos, ...

Outro pensamento... Em Pentecostes esse ano, o Apóstolo Maior disse uma frase que respondeu a uma questão que tinha em meu coração. Durante a semana que antecedia Pentecostes, perguntei-me: “O que fazem as almas na Eternidade?”  --- e veio a resposta: “As almas na Eternidade continuam a trabalhar e orar intensamente!”, disse o AM Jean-Luc Schneider... Para mim isso foi uma alegria imensa, porque assim o sinto. Estamos separados daqueles que amamos, mas estamos unidos pela oração. Que sentimento maravilhoso.

Precisamos estar sensíveis a esse movimento! É hora de orar com mais profundidade para as milhares de almas que buscam por ajuda. Que possamos ser uma verdadeira ferramenta nas mãos de nosso Pai Celestial no próximo domingo. Que possamos clamar: “Vem, Senhor, vem logo!”kbz

Eu amo Jesus 

... porque Ele me faz sentir autoconfiante, forte e segura.

 


Com nac.today da Igreja Nova Apostólica, começou um novo meio de difusão. Com os relatórios do mundo todo, o novo magazine de notícias da Igreja Nova Apostólica Internacional (INAI) irá fornecer diariamente informações que sejam de interesse para os cristãos novo-apostólicos e leitores interessados. O conteúdo do novo magazine de notícias incluirá questões internacionais relevantes. Fazem parte delas, entre outras, questões sociais, relatórios detalhados sobre os anúncios da Igreja, bosquejos biográficos e artigos sobre história.

nac.today

nacworld

Nacworld é a rede social da Igreja  Nova Apostólica. Esta rede lhe oferece a oportunidade de fazer contatos em todo o mundo e cultivar amizades. Aqui você vai encontrar pessoas interessantes, vários temas sérios ou bem-humorados, imagens (fotos), vídeos e diferentes opiniões...O uso de nacworld é isento de custosPara se registrar nacworld você precisa apenas de um minuto, e assim passará a fazer parte dos ... 31187 membros que estão atualmente registrados no nacworld. Quantos deles você conhece? 

Nacworld está aberto à opinião.

  • Apóia entretenimento assistido
  • E-mail, chat, fórum, mídia, contatos
  • 24 horas/dia , 365 dias ao ano

Entre agora mesmo e faça parte.

https://nacworld.net/public

Copyright © 2018 Igreja Nova Apostólica. Template designed by olwebdesign.